Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2017

Sobre relacionamentos amorosos, envolvimento e controle

Esses dias eu estava andando na rua e cruzei com uma mulher que estava falando ao telefone. O pouco que ouvi da conversa dela me chamou a atenção, e foi mais ou menos assim: - Amiga, eu não entendi porque ele sumiu. Ele estava muito entregue desde o início, até mais do que eu...
Assumi que ela estava falando sobre alguém com quem começou a se relacionar, provavelmente há pouco tempo, e que havia sumido. Pode ser que eu esteja errada, e ela estava se referindo a outra coisa. Mas, vamos supor que ela estivesse de fato falando de um relacionamento romântico, pois é disso que este texto vai tratar.
Esse diálogo entreouvido me levou imediatamente a uma reflexão sobre as crenças que as pessoas têm sobre inícios de relacionamentos. Não é raro, quando você acabou de conhecer e está começando a se relacionar com alguém, ouvir de amigos o seguinte conselho: “não ligue, deixe que ele/ela te procure”. Junto a isso, existe uma convicção de que no início é melhor não demonstrar seus sentimentos tão ex…

Manchester à Beira-mar: quando o passado assombra

*Este artigo contém spoilers* Recentemente assisti ao filme Manchester à Beira-Mar. O filme me surpreendeu, pelo que eu tinha visto de seu trailer e ouvido falar dele, achei que seria um filme dramático com roteiro repetitivo. Mas foi algo realmente original. E é claro que muitas emoções tomaram parte, pois o enredo toca em vulneráveis partes do horizonte da experiência humana. Manchester à Beira-mar, psicologia e experiência humanaO que mais gostei é que o filme incita a reflexão sobre mais de uma dessas experiências às quais somos vulneráveis. Para começar, existe a reflexão sobre a perda e a finitude da vida. Agregado a isso, temos a reflexão sobre a vida após esta perda, e como carregaremos esse peso. E ainda há a reflexão sobre seguir em frente — que é sempre mais difícil do que supomos. Estas experiências convergem-se na vida de Lee, o personagem principal. É interessante como o filme apresenta para o expectador os flashbacks, trazendo uma enorme verossimilhança. De início, é uma t…

O que os Novalimenses querem mudar em 2017? [Resultado]

No mês de Dezembro de 2016, o Janela Interna conduziu uma pesquisa via internet com os Novalimenses. O propósito da pesquisa, além de conhecer melhor as expetativas das pessoas sobre 2017, foi salientar a importância de reconhecer o que é problema na própria vida.
Reconhecer é um passo fundamental para começar a mudar, e muitas vezes não tem o valor que merece. Muitas vezes na clínica, o cliente/paciente sabe que tem que tomar uma certa atitude para mudar, mas não consegue, parece que alguma coisa o segura. Isso pode ser porque ele não tomou a devida consciência sobre o problema, pois o real reconhecimento disso impulsiona qualquer pessoa para a mudança!
Daí a importância de conhecer de verdade o que tanto te incomoda na sua vida. E também desenvolver autoconhecimento para melhor entender suas questões.
A pesquisa foi divulgada em nossa página do Facebook e impulsionada para ter maior alcance na cidade de Nova Lima. Ao todo, 34 pessoas responderam espontaneamente à pesquisa de 1800 pesso…