Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2016

(Infográfico) Acolhimento: Como ajudar pessoas em sofrimento

Estamos chegando no fim do mês de setembro. A campanha setembro amarelo terminará, mas o nosso cuidado com o suicídio não. Após reflexão sobre tudo que estudamos e escrevemos este mês, avaliamos o primeiro acolhimento como uma primordial importância na prevenção do suicídio. Na verdade não só para o suicídio, mas para todas as pessoas em sofrimento mental. Pensando neste acolhimento, elaboramos um guia simples para ajudar as pessoas a realizarem acolhimento das pessoas com comportamentos suicidas. Atenção: o incentivo aqui conotado não é estimular você a tentar resolver o sofrimento deles. O tratamento da saúde mental só pode ser realizado por profissionais capacitados! Por exemplo, profissionais da psicologia e da psiquiatria. Por isso, o último passo a ser considerado no acolhimento que aqui propomos é dar o suporte e apoio necessário para essas pessoas buscarem ajuda profissional. É o último passo, e em devido grau, o objetivo de realizar o acolhimento. O principal objetivo é ajudar n…

Precisamos falar sobre suicídio!

Fonte: <a href='http://br.freepik.com/fotos-gratis/adolescente-com-um-coracao-grande-que-espera-para-o-namorado_909119.htm'>Designed by Freepik</a>
Vamos começar esse texto quebrando um grande tabu? Você é daqueles que acredita que não se pode falar sobre suicídio, pois pode acabar colocando ideias na cabeça de uma pessoa que se encontra em situação vulnerável? Ou você acredita que a pessoa que toma a decisão de tirar sua vida já está determinada, e nada pode ser feito a respeito? Se você respondeu sim para as perguntas acima, então este texto poderá lhe ser muito útil. Vamos aqui desconstruir alguns mitos sobre suicídio, e tentar alertar as pessoas sobre a importância de se falar sobre isso.
Primeiramente, é preciso dizer que a Organização Mundial da Saúde (OMS) considera o suicídio uma questão de saúde pública, devido à frequência com que ocorre no Brasil e no mundo. O número de suicídios que acontecem no mundo chega a ser maior do que o número de homicídios, o que…

Bullying e Suicídio: existe relação entre os dois?

"E quais são as expressões mais comuns da agressão? Humilhação, apelidos depreciativos, jogos de poder dos “chefes” e dos “populares” da turma que submetem os colegas, intimidando-os para que obedeçam a seus comandos sob pena de exclusão do grupo, ameaças de agressão física ou constrangimento moral, mensagens difamatórias ou ofensivas. São ataques maciços à autoestima que, em muitos casos, estimulam na vítima sentimentos de rejeição, dificuldades de inserção no grupo, medo de ir à escola, crises de angústia, estados depressivos e, em casos mais graves, tentativas de suicídio."Bullying ​e cyberbullying – o que fazemos com o que fazem conosco de Maria Tereza Maldonado. Disponível aqui.


A Campanha Setembro Amarelo nos incentiva a falar responsavelmente sobre o suicídio, certo? Então, consideramos ser importante trazer este tema a discussão: será que o bullying pode levar ao suicídio? Por que estamos sugerindo uma possível associação entre bullying e suicídio?O bullying é uma rela…

Não vamos banalizar a conversa sobre o suicídio

A campanha #SetembroAmarelo está ganhando muita visibilidade! Estou achando ótimo! Pessoas próximas a mim me informaram que telejornais abordaram satisfatoriamente o tema – infelizmente, não consegui assistir. É ótimo que a mídia televisiva decidiu falar sobre o suicídio. Acredito que a mídia foi em grande parte incentivada pela força da campanha Setembro Amarelo. De forma geral, o tema suicídio é um tabu social, e os meios de comunicação preferem não expor e discutir o tema – historicamente falando. Outras plataformas que prestaram enorme serviço para a visibilidade da campanha, foram as redes sociais. Pessoalmente, pude ver diversas publicações sobre: a importância da prevenção, de falar sobre o assunto na sociedade, combater o tabu e a campanha em si. Mas acredito que a minha impressão é indiscutivelmente parcial, pois tenho uma grande parcela de amigos no Facebook que trabalham com saúde mental. Pensando nisso vou mostrar alguns dados que pretendem ser imparciais, para mostrar que a…

7 coisas que você precisa saber sobre suicídio

Você provavelmente deve conhecer as campanhas de saúde Outubro Rosa e Novembro Azul. A primeira trabalha para o cuidado com o Câncer de Mama e o Segundo para o Câncer de Próstata. Sabia que existe também a campanha Setembro Amarelo? É dedicada à prevenção do suicídio no Brasil. O suicídio é considerado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) um dos maiores problemas de saúde pública do mundo, matando mais pessoas que o vírus HIV e a maioria dos tipos de câncer. E como é possível enfrentar este desafio? Como podemos ajudar as pessoas que sofrem e têm ideações suicidas? Vejamos bem: como psicólogos, consideramos essencial conversar e falar sobre este problema, um tema que é tabu para várias pessoas. Dessa forma, possibilitamos disseminação de informações valiosas para prevenir suicídios. A educação é o melhor método para as pessoas saberem o que é o suicídio e como podem ajudar as pessoas potencialmente suicidas. A OMS considera que 9 a cada 10 suicídios poderiam ser prevenidos. E para che…