Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2017

Ansiedade: por que não é possível acabar com ela tentando não ser ansioso(a)?

Este texto será breve, para não desestimular os ansiosos de lerem! Afinal, posso fazer uma introdução extensa e rica sobre o tema, no entanto, o mais importante aqui é focar no que interessa, que é saber porque uma pessoa ansiosa não consegue parar de ser ansiosa tentando não ser ansiosa. Caso você se considere uma pessoa ansiosa, talvez já deve ter tentado várias coisas como: - Tentar não ficar pensando no futuro; - Pensar em outra coisa para contornar a ansiedade; - Tentar esquecer da coisa que está por vir; - Ingerir álcool para diminuir a ansiedade; - Ocupar-se de alguma forma para evitar os sintomas ansiosos. - Dentre outras coisas para não passar pelo desconforto das expectativas. Acredito que nenhum desses tenha dado muito certo, não é mesmo? Talvez algum pode funcionar pontualmente, mas a sensação ansiosa sempre acaba voltando. E você precisa ficar repetindo o que fez anteriormente para se livrar da ansiedade. A ansiedade é um desconforto tremendo! Pessoas ansiosas sabem que a experiênc…

Campanha Divulgação da Psicologia

Nesta semana, o site Academia do Psicólogo iniciou uma campanha de divulgação da psicologia. Esta campanha pretende desfazer os estigmas e os preconceitos existentes com relação à psicologia, e mostrar que o(a) psicólogo(a) é muito mais do que o senso comum imagina, um(a) profissional que pode contribuir para tornar a vida das pessoas mais saudável.
Como este é também o objetivo do blog Janela Interna, decidimos nos unir à campanha, e convidar você a compreender melhor o sentido amplo que a psicologia, como profissão, carrega.
A psicologia ainda hoje é, infelizmente, associada à noção de doença, de desajuste, desequilíbrio mental, incapacidade de lidar com seus próprios problemas e, ainda, à questão da loucura.
Leia: Psicólogo é para doido? Resposta definitiva

Esse imaginário contribui, automaticamente, para que seja colocado um estigma – neste caso, negativo – nas pessoas que procuram por um atendimento psicológico. Isso explica também porque muitas vezes as pessoas têm vergonha de compa…

13 Reasons Why: seria esse personagem o responsável pelo suicídio de Hannah?

Já faz um tempo que quero escrever sobre a série da Netflix, 13 Reasons Why, mas não conseguia dedicar o devido tempo para elaborar sobre o tema que é muito relevante e delicado. Relevante pois teve um impacto na sociedade, o que é um indício de ter mexido bastante com muita gente, e delicado pelo fato de que o tema central da série é o suicídio. Não vou entrar na discussão se foi adequado ou não mostrar o que a série mostrou. Vi muitas discussões focando nisso: se foi uma série adequada. E não focou no que realmente deveria focar, a meu ver: na construção da decisão de Hannah. Obviamente é muito importante que conversemos sobre a forma que o suicídio de Hannah foi exposto, para nas próximas vezes que o suicídio for exposto em vias populares, seja feito de forma mais responsável. No entanto, esta discussão sobre a construção da decisão de Hanna é igualmente importante. Pois ao discutir somente sobre isso, estaremos refletindo e analisando potenciais conjunturas suicidas do mundo real. O…

4 TED Talks sobre Psicologia

Existem muitos mitos acerca da ampla ciência que é a psicologia. Com o passar do tempo, novas pesquisas vão surgindo, permitindo-nos vislumbrar possibilidades que, até então, era ignoradas pelo meio científico. E percebemos que a forma como educamos as crianças está diretamente relacionada à mentalidade dos adultos, e vice-versa, o que significa que, mudando nossa mentalidade, estaremos mudando também as futuras gerações. Para ajudar você neste processo, listamos abaixo 4 TED Talks sobre psicologia e comportamento humano, que podem trazer reflexões poderosas:
1) O poder da vulnerabilidade (Brené Brown) Brené Brown estuda conexões humanas – nossas habilidades de empatia, pertencimento, amor. Neste talk divertido e áspero, ela compartilha um insight profundo da sua pesquisa, que a levou tanto a uma jornada pessoal de autoconhecimento, quanto de entendimento da humanidade. Uma conversa para compartilhar. (tradução livre)
2) O poder de acreditar que você pode melhorar (Carol Dweck) Carol Dwec…